cript type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } }

Música

quinta-feira, 7 de julho de 2016

Exposição: São Bento e os Beneditinos da Bahia



Abertura 11 de Julho após a Missa das 10h
Período de 11 de julho a 13 de agosto de 2016
Local: Museu São Bento
Horário: 13h às 17h
Mosteiro de São Bento da Bahia

sábado, 25 de junho de 2016

Bênção beneditina de abelhas


São Bento é o patrono dos apicultores, ainda é costume em algumas partes da França coloca uma medalha de São Bento nas colmeias. Aqui estar a oração para a bênção beneditina de abelhas:

Ó Senhor , Deus Todo-Poderoso , que criaste o céu e a terra e todos os animais existentes sobre eles e neles para o uso dos homens, e que tens Comandado pelos ministros da Igreja tantos santos, feitos a partir de produtos de abelhas a ser iluminados na igreja durante a realização do ofício sagrado em que o santíssimo corpo e sangue de Jesus Cristo , teu Filho se faz presente e é recebido ; pode tua santa bênção desça sobre estas abelhas e essas colmeias , de modo que eles possam multiplicar , ser frutífero e ser preservado de todos os males e os frutos surgindo possam ser distribuídos para o teu louvor e de teu Filho e do Espírito Santo e da Santíssima Virgem Maria.

sábado, 18 de junho de 2016

A Oração Através da Arte


Santa Antônio em Procissão com o Santíssimo Sacramento 


Cristo Ressuscitado no Encontro com Maria Madalena


O Sacrifício da Missa


Jesus no Horto das Oliveiras em Oração


São Clemente Maria Hofbauer, padre redentorista em Oração


Santo Anjo da Guarda


primeira Eucaristia 


Papa Emérito Bento XVI


Sacramento da Confissão



Oração a São Domingos

Anunciação de Nossa Senhora


Primeira Eucaristia 


quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

I Seminário de Arte Sacra do Mosteiro de São Bento da Bahia



O Mosteiro de São Bento da Bahia, com o apoio do IGHB, promoverá entre 5 e 8 de abril de 2016 o I SEMINÁRIO DE ARTE SACRA ocasionando discussões acadêmicas sobre o tema. Trata-se de um evento voltado para o estudo do acervo religioso baiano, agregando professores, historiadores da arte, conservadores, restauradores, museólogos, arquitetos, pesquisadores, estudantes e aficionados do tema.

Local: Instituto Histórico Geográfico da Bahia
Av. Joana Angélica, 43 - Piedade - Salvador

Solicite a ficha de inscrição:
saobentoarte@gmail.com

Para confirmar sua inscrição envie para o email acima a ficha de inscrição junto com o comprovante de depósito.

Caixa Econômica Federal
Agência:1020
Código:013
Conta:00134869-1



Programação

5 de Abril – Concerto de Músicas sacras
Apresentação do Coral São Bento
Local: Igreja do Mosteiro de São Bento da Bahia – 19h

6 de abril de 2016, quarta-feira
Auditório do Instituto Geográfico Histórico da Bahia.

12h30 – Recepção e Credenciamento.

13h – Cerimônia de Abertura

Dom Arquiabade Emanuel d’ Able do Amaral,OSB Mosteiro de São Bento

Prof. Dr. Eduardo Morais de Castro

13h30 às 14h20 – Conferência Magna:

“Espaço Sagrado das Igrejas e a liturgia”


Dom Arquiabade Emanuel d’ Able do Amaral, OSB

14h20 às 15h10 – Conferência:


A arte: O Caminho da Beleza


Prof.  Francisco Senna

15h10 às 15h30 – Coffe Break


15h30 às 16h20 – Conferência
“As Constituições Primeiras do Arcebispado da Bahia e o "programa" da arte barroca na Bahia.”


Prof.ª Drª Maria Helena Ochi Flexor

16h20 às 17h10 – Conferência
Beneditinos da Bahia: intercessões nas realizações artísticas.”


Prof. Dra. Maria Hermínia Olivera Hernadez,UFBA

_________________________________________

7 de abril de 2016, quinta-feira
           
13h30 às 14h20 – Conferência:

“A Arquitetura dos Mosteiros Beneditinos no Brasil do Século XVI ao XVIII.”

Prof. Dr. Eugênio de Ávila Lins

14h20 – 15h10 – Conferência:

“As intervenções de restauro nos interiores das igrejas baianas reformadas no século XIX:caminhos, criticas e soluções.”

Prof. Dr. Luiz Alberto Ribeiro Freire


15h10 às 15h30 – Intervalo

15h30 às 16h20 – Conferência:

“Irmão Paulo Lachenmayer: Um Precursor da Arte Moderna na Bahia.”

Me.Paulo Veiga, Arquiteto. 

16h 20 às 17h10 – Conferência:

Menino Jesus do Monte: arte e religiosidade na cidade de Santo Amaro da Purificação no século XIX”.

Ms. Edjane Cristina Silva

Museóloga do Museu de Arte Sacra da UFBA

_________________________________________

8 de abril, sexta-feira



13h30 às 14h20 – Conferência:

“Acervos sacros das igrejas da Graça e Santana, processos de restauração e descobertas.”

Prof. Dr. José Dirson Argolo

14h20 às 15h10

“A restauração das esculturas sacras “premunição da paixão” e o “anjo do presépio”: resgates estéticos e iconográficos.”

Me. Cláudia Guanaes Fausto
Restauradora do Museu de Arte Sacra da UFBA


15h10 às 15h30 – Intervalo

15h30 às 16h20 – Conferência:

“Catedral Basílica de Salvador: Diagnóstico e restauro da azulejaria.”

Prof.ª Me. Zeila Machado

16h20 às 17h10 – Conferência

“Restauração dos azulejos portugueses século XVIII: Igreja matriz de Nossa Senhora do Rosário – Cachoeira -BA”.

Luciene Pires Lisboa, arquiteta

17h10 às 17h30 – Conferência

A beleza presente nos tetos religiosos da Bahia: devoção e arte.”

Prof.ª Ms. Mônica Farias Menezes Vicente. 



quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Museus Vaticanos: um encontro entre arte e religião


O homem não vive somente de pão, mas também da Palavra e a Palavra, no final das contas, é arte e cultura: por meio da cultura se faz o anúncio do Evangelho - REUTERS
30/01/2016 07:18

Cidade do Vaticano (RV) - "A arte precisa da religião?". Esta é a reflexão proposta pela direção dos Museus Vaticanos no primeiro encontro "Quinta-feira dos museus" de 2016, realizado na tarde da última quinta-feira.

A arte precisa da religião e a religião precisa da arte. Exemplo disto é o Juízo Universal , de Michelangelo, pintado na parede do altar da Capela Sistina. Um intercâmbio que - disse Padre Mark Haydu, Diretor Internacional dos Patrons of the Arts dos Museus Vaticanos durante sua conferência -  até hoje deu muito ao mundo:
"Acredito que a parte essencial seja o ato de humildade por parte da Igreja em reconhecer a necessidade que tem dos artistas. Seria difícil comunicar toda a beleza da fé sem um espaço bonito, sem uma liturgia bonita, tudo seria um pouco pobre. Portanto, devemos também nós procurar envolver os artistas para criar espaços bonitos, música bonita, arte bonita".
RV: Como poderia ser sintetizada a relação entre arte e Evangelho?
"A relação é sobretudo uma experiência - eu acredito - pessoal do artista com o Evangelho. Mesmo se nos encontrarmos no caso em que não seja tão crente, o sujeito é este e portanto o estuda: qualquer relação, portanto, parte da verdade, faz uma experiência pessoal e depois realiza a sua criação. E depois haverá aquilo que cria de bonito - pode ser um espaço, uma igreja, uma pintura, uma escultura - que tornará visível um aspecto do Evangelho para quem olha esta obra de arte, para quem reza naquele espaço. Assim, não somente pessoal, mas comunhão da Igreja que reza junto".
Também pronunciou-se no encontro o Prof. Arnold Nesselrath, Delegado para os Departamentos Científicos e os Laboratórios dos Museus Vaticanos:
"A religião precisa da arte, porque são duas as raízes da arte: a memória e a religião; e a religião por isto gerou a arte. E um dos grandes dons do cristianismo é precisamente a arte ocidental que, depois da antiguidade clássica, existe até hoje e é justamente criada por esta raiz. O homem não vive somente de pão, mas também da Palavra e a Palavra, no final das contas, é arte e cultura: por meio da cultura se faz o anúncio do Evangelho. Pelo qual estão ligados e são fundamentais: um como conteúdo e o outro como forma, na liturgia, nos ambientes e nos objetos".
RV: Na sua opinião, qual dentre as obras dos Museus Vaticanos, melhor expressa a relação entre religião e arte?
"Não se pode dizer qual é a obra primária dos museus. O que é muito importante é o Museu Etnológico, que mostra como a Igreja Católica dialoga com todas as culturas. Talvez, neste momento, este seja o setor mais importante que temos aqui, mesmo sendo um setor em que as obras não sejam muito conhecidas".
"Um fecundo colóquio, o da Igreja com os artistas, que em dois mil anos de história nunca se interrompeu e se prospecta ainda rico de futuro no limiar do Terceiro Milênio". Assim escrevia João Paulo II em 1999 na sua "Carta aos Artistas". Antes dele, Paulo VI já havia sublinhado quão importante é o papel dos artistas para a religião. Em 2009, por sua vez, foi Bento XVI que encontrou os artistas na Capela Sistina, definindo-os como "custódios da beleza". E também o Papa Francisco, no livro "A minha ideia de arte", editado pelos Museus Vaticanos, afirma: "A arte, além de ser um testemunho crível da beleza da Criação, é também um instrumento de evangelização". (JE)

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Puer Natus in Bethlehem


Este hino de Natal foi especialmente popular durante o período antigo. Seu autor é desconhecido. O mais antigo texto beneditino Latino encontrado até agora está contido em um livro que data do início do século XIV. O texto latino, que é encontrado em muitas redações diferentes que variam de seis a doze estrofes, tem, muito provavelmente, sido composta por vários autores. Consequentemente, tem sofrido muitas mudanças devido a omissões, revisões e acréscimos. "Uma criança nasce" foi traduzido para o alemão em 1439 por Heinrich von Laufenberg. Mais tarde, uma série de versões em alemão apareceu. Nos velhos hinários em alemão, dinamarquês, sueco uma tradução latina no vernáculo foi inserida imediatamente após cada estrofe.



sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Hino à guadalupana com o papa Francisco na basílica de São Pedro




Caros amigos, fizemos para vós um pequeno vídeo de um lindo momento da santa missa de sexta-feira, na festa de nossa senhora de guadalupe. O papa francisco se aproxima a oferecer uma flor e uma oração à morenita, e soa " a guadalupana ", Canto entoado por facundo ramírez e seu grupo musical, a cantora patricia encharcada e o coro romano " música nova ". Esperamos que goste!